Vinho Trivento Eolo Malbec

www.santaemilia.net.br
Vinho Trivento Eolo Malbec 

Cor roxa azulada com destaques pretos. No copo é brilhante e envolvente. Aromas minerais reminiscentes de grafite com um toque sutil de fruto preto, mirtilos, amoras e final caráter floral no rosa mosqueta. sua passagem por barricas de carvalho francês reveladas em notas reminiscente de rapé e baunilha. Taninos doces e de seda, um vinho cuja estrutura combina acidez na boca. Longo e elegante, você vai desfrutar depois de sua passagem.

Fundada em 1996, Trivento Bodegas y Viñedos elabora vinhos com caráter dos ventos. Conta com um amplo portfólio de vinhos, continuamente merecedores de importantes reconhecimentos em concursos internacionais e revistas especializadas. Converteu na marca argentina de vinhos de maior cobertura internacional posicionando a empresa entre as exportadoras mais destacadas da Argentina. 
Temos um sonho na empresa: construir ao redor do mundo a marca “Trivento” como símbolo dos vinhos Premium da Argentina.
www.santaemilia.net.br
Vinho Trivento Eolo Malbec

Trivento significa três ventos. Polar, Zonda e Sudestada que sopram no ensolarado e árido terroir de Mendoza. O Polar chega do sul. Frio e seco anuncia o início do inverno. As primeiras frentes frias indicam o momento da poda do vinhedo. O Zonda desce dos andes todo o ano manifestando-se com mais frequencia na primavera. As rajadas de ar quente e seco ajudam no crescimento do vinhedo. A Sudestada é o vento fresco de verão, às vezes associada a tempestades. A nebulosidade é um alívio que protege contra os raios do sol abrasador. Assim a uva equilibra seu metabolizmo e alcança a madurez essencial. 

As instalações para a elaboração dos vinhos estão equipadas com tecnologia de última geração. A uva recebe os melhores cuidados desde a colheita até o engarrafamento, o que garante a qualidade dos vinhos. Além disso, em uma sala especial, descansam 4.000 barris de carvalho francês e americano utilizados para a criação dos vinhos de alta qualidade. A experiência e o investimento se combinam na busca constante por novas técnicas e tecnologias que permitam obter vinhos de qualidade excepcional. Uma excelente equipe de enólogos e técnicos especializados trabalha com afinco para otimizar a expressividade e a qualidade de cada variedade.

www.santaemilia.net.br
Vinho Trivento Eolo Malbec

A qualidade dos vinhos começa no vinhedo, selecionados cuidadosamente a localização dos 1.289 hectares. Contam com oito fincas, equipadas com sistemas de irrigação por gotejamento, localizadas em importantes áreas produtivas de Mendoza que oferecem uma ampla variedade de topografias, solos e micro climas.

A Finca los Zorfos, de 10 anos de idade, está localizada em Rivadavia e possui uma superfície total de 123 hectares. Está a 630 m.s.n.m., seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado parral. As variedades plantadas nesta finca são: Cabernet Sauvignon e Syrah.

Finca Los Vientos de 17 anos de idade, está localizado em Maipú e possui uma superfície total de 154 hectares. Está a 809 m.s.n.m., seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado espaldero. As variedades plantadas nesta finca são: Malbec, Cabernet Sauvignon, Syrah e Merlot.

Finca Cruz del Alto, de 9 anos de idade, está localizado em Luján de Cuyo e possui uma superfície total de 180 hectares. Está a 1050 m.s.n.m, seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado espaldero. As variedades plantadas nesta finca são: Malbec, Syrah, Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Viognier, Pinot Noir e Sauvignon Blanc.

Finca Los Ponchos, de 16 anos de idade, está localizado ao pé da Cordilheira dos Andes em Tupungato e possui uma superfície total de 150 hectares. Está a 1100 m.s.n.m, seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado espaldero. As variedades plantadas nesta finca são: Syrah, Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Viognier, Pinot Noir, Sauvignon Blanc e Tempranillo.

www.santaemilia.net.br
Vinho Trivento Eolo Malbec 


Finca Los Sauces, de 7 anos de idade, está localizado em Tunuyán e possui uma superfície total de 309 hectares. Está a 1100 m.s.n.m., seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado espaldero. As variedades plantadas nesta finca são: Malbec, Chardonnay, Torrontés, Sauvignon Blanc, Pinot Noir, Cabernet Sauvignon e Syrah.

Finca Tres Porteñas, de 9 anos de idade, está localizado em San Martín e possui uma superfície total de 106 hectares. Está a 612 m.s.n.m., seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado parral. As variedades plantadas nesta finca são: Malbec, Syrah, Tempranillo e Viognier.

Finca Los Portones, de 14 anos de idade, está localizado em Rivadavia e possui uma superfície total de 134 hectares. Está a 649 m.s.n.m., seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o denominado parral.  As variedades plantadas nesta finca são: Malbec e Syrah.

Finca Los Indios, de 10 anos de idade, está situado em La Consulta e possui uma superficie total de 133 hectares. Está a 1.800 m.s.n.m., seu solo é aluvial e o sistema de condução das videiras é o chamado de espaldeira. As variedades plantadas na quinta são: Cabernet Sauvignon, Syrah, Malbec e Viognier.

O Enólogo Germán Di Césare (Enólogo de vinhos de alta gama) brilha pelo seu calor e simplicidade. Desde sua incorporação a Trivento, em fevereiro de 2002, atuou em diversas tarefas na vinícola, sala de barris e laboratório.
Em 2009, Germán assumiu o grande desafio de converter-se no enólogo responsável pelas linhas de alta gama de Trivento: Golden Reserve, Amado Sur e Brisa de Abril.
Além de seus conhecimentos e talentos como enólogo, Germán possui uma grande paixão pela cultura mendocina. Cantar folclore, dançar e até cozinhar comidas cuyanas fazem parte de seu repertório cotidiano.

A Enóloga Victoria Prandina é a peça feminina da equipe de enólogos. Silenciosa e delicada contribui com o toque sensual que tem os vinhos Trivento. Desde sua incorporação, a jovem enóloga trabalhou com paixão em cada uma das tarefas que desempenhou. Busca continuamente a perfeição e o detalhe, viajando aos mercados, realizando capacitações e dirigindo degustações. Victoria possui pós-graduação em Planejamento e Gestão de Qualidade desde o vinhedo até o vinho. Hoje, desenvolve-se como enóloga do vinho ícone da companhia, Trivento Eolo. Em seu tempo livre, "Vico" desfruta de um dia fora da cidade, uma cavalgada pela montanha e a grata companhia de um bom livro.

www.santaemilia.net.br


O Enólogo Rafael Miranda (Enólogo de vinos varietales y Espumantes) incorporou-se a equipe tenológica de Trivento no ano 2003, desempenhando-se como Auxiliar Técnico. Na atualidade, é o responsável de vinhos varietais e Espumantes, aportando sua experiência no especial cuidado do vinhedo e em cada etapa do processo de elaboração. Também é responsável por coordenar as operações na adega. Rafael nasceu na capital de Mendoza y cresceu em Maipú. Herdou a paixão pelo vinho e a indústria de seu pai Luis, enólogo de profissão e devoto do vinhedo e do campo.
Inumeráveis anedotas e experiências compartilhadas junto a Luis, contribuíram na sua eleção de estudar enologia na Universidade Don Bosco.
No tempo livre, Rafael gosta de jogar com seus filhos, compartilhar o cimarrão com a família, um bom churrasco argentino na companhia de amigos e praticar uma "partidinha" de futebol.

O Enólogo Maximiliano Ortiz Maximiliano incorporou-se ao staff de Trivento em 2006. Começou como encarregado do controle de qualidade na recepção de uvas, verificando seu estado sanitário e realizando análises químicas básicas. Atualmente, o jovem enólogo ocupa-se do cuidado dos vinhos Premium durante sua estadia nos barris de carvalho. 
Pelo seu carisma e encanto dirige degustações a clientes e convidados especiais da vinícola. Fanático por esportes, Maxi joga futebol em seu tempo livre e espera com ansiedade os domingos, para desfrutar de uma boa partida de seu time, acompanhado de seus amigos.

Dicas para beber vinho tinto
O lugar no qual você armazena seus vinhos deve ter temperatura entre 15 e 18 graus.
É bom deixar o vinho tinto respirar um pouco antes de servir. Em caso de vinhos mais velhos é preferível deixá-los respirar por ao menos uma hora antes de beber.
O vinho tinto não deve ser aquecido nem resfriado com procedimentos artificiais.
Para a temperatura do vinho tinto ficar ideal, deixar algumas horas antes de servi-lo exposto à temperatura ambiente, desde que não superior a 20ºC. Esta operação é conhecida pelo termo internacional "Chamber"
Para servir vinhos tintos, nunca encher mais que a metade da taça.
Para o serviço de vinhos tintos em uma refeição deve-se levar em conta seu caráter, primeiro os mais suaves depois os mais estruturados.

Para saber mais: aqui

0 comentários: