Vinho Colomé Reserva Malbec

Vinho Colomé Reserva Malbec

As uvas foram colhidas a partir das vinhas mais antigas de Colomé, datando entre 90 e 150 anos, localizado em frente à Estancia Colomé e tem sido uma das razões do amor de Donald Hess Colome. Colomé Malbec Reserva é distinto entre os grandes vinhos da Argentina e mostra a qualidade e elegância que pode ser obtido a partir de vinhas velhas localizadas a 2.300 msnm. Vinho vermelho escuro, quase preto com bordas violeta, tem um nariz com aromas de fruta madura e pimenta preta. Vinho complexo com grande sensação na boca.

A vinícola Colomé foi fundada em 1831, pelo governador espanhol de Salta, Nicolás Severo de Isasmendi e Echalar. Em 1854, sua filha Ascensión, que se casou com José Benjamín Dávalos, introduziiu na vinícola Colomé uma cepa francesa de Malbec e Cabernet Sauvignon. Três vinhas, que remontam aos tempos, ainda produzem uvas que fazem o vinho Colomé Reserve. As vinhas pertenceram as famílias Colomé Isasmendi-Dávalos por mais de 170 anos. Foram adquiridas por Donald Hess em 2001.
Donald e Ursula Hess visitaram pela primeira vez o Valles Calchaquíes em 1998. Eles estavam procurando o terroir perfeito e ideal para os vinhos verdadeiramente únicos na para o clima da Argentina. O que eles descobriram foi muito mais do que isso, eles encontraram uma segunda casa. A majestade e a beleza natural da Colomé inspirado e rejuvenescido. Colomé foi comprado em 2001 e desde então tem levado à história recente de Colomé, a mais rica em conquistas e desenvolvimentos, tanto para as pessoas quanto para a Bodega Colomé.

Vinho Colomé Reserva Malbec


Sua visão inclui a responsabilidade social para o povo de Colomé. A Família Hess ajudou a construir o centro comunitário, igreja, a melhoria da escola e habitação da comunidade. Hoje Colomé proporciona trabalho e renda para a maioria das pessoas que vivem lá.
A Bodega Colomé é um ponto de referência de vinhos de qualidade e high-end na Argentina; produz e colhe mais de meio milhão de litros e exporta os seus vinhos para mais de 25 países em todo o mundo.

Dicas para beber vinho tinto
O lugar no qual você armazena seus vinhos deve ter temperatura entre 15 e 18 graus.
É bom deixar o vinho tinto respirar um pouco antes de servir. Em caso de vinhos mais velhos é preferível deixá-los respirar por ao menos uma hora antes de beber.
O vinho tinto não deve ser aquecido nem resfriado com procedimentos artificiais.
Para a temperatura do vinho tinto ficar ideal, deixar algumas horas antes de servi-lo exposto à temperatura ambiente, desde que não superior a 20ºC. Esta operação é conhecida pelo termo internacional "Chamber"
Para servir vinhos tintos, nunca encher mais que a metade da taça.
Para o serviço de vinhos tintos em uma refeição deve-se levar em conta seu caráter, primeiro os mais suaves depois os mais estruturados.

Para saber mais: aqui

0 comentários: